Estilo tem idade?

Navegando pela internet, me deparei com esse post, que mostra 24 coisas que mulheres acima dos 30 deveriam usar. O post, na verdade, é uma retaliação – irônica – a um outro post que a autora leu sobre 24 coisas que mulheres acima de 30 anos deveriam PARAR de usar.

Revoltada com o fato de, em pleno 2016 e muita defesa em nome da liberdade das mulheres, ainda existir alguém escrevendo que mulheres acima de certa idade devem deixar de usar algo, ela mostra então os 24 itens que elas DEVERIAM usar. Detalhe: todos os 24 são a mesma coisa =

“O que diabos você quiser”! (a frase é em ingles e diz “whatever the fuck you want“).

Lendo isso, não pude deixar de concordar com ela! Afinal, gente, que papo é esse de idade (e, tipo, oi? 30 anos?) ser determinante para que tipo de roupa você precisa usar?

No meu trabalho como consultora, não é em cima da idade de cada uma das clientes que elaboramos uma identidade visual, mas sim da vontade delas, do lifestyle, da vida que ela leva e da forma com que ela quer ser percebida.

Eu não imagino a minha mãe, de 65 anos, usando uma mini-saia, mas imagino a Suzana Vieira, de 73, usando. Acho bonito? Não.. mas isso é problema meu, né?

Eu sempre falo pras mulheres que procuram meu trabalho, que quando estou no armário delas, o que fica, o que sai e os looks que montamos, não passam pelo meu “bonito”e “feio” particular. O que levamos em consideração ali é a imagem que ela quer projetar, como ela quer ser percebida e se aquelas peças cumprem esse papel.

Meu objetivo sempre é trazer à tona a melhor versão de cada uma. Comunicar, através de tudo que ela usa, as melhores características dela e o que a faz olhar no espelho e sorrir. Sempre adequado (um dos pontos mais importantes) ao ambiente em que a pessoa vai estar com aquela roupa.

Aliás, adequação é uma das palavras mais importantes na consultoria. A Suzana pode e deve usar uma mini, se ela se achar linda dessa forma, mas ela não poderia jamais usar essa peça para o trabalho, se ela fosse uma advogada, por exemplo. Nesse caso, o dresscode fala mais alto e ela deve encontrar, dentro do estilo pessoal dela, algo adequado a esse ambiente.

Fora isso, é o que sempre falo aqui.. roupa é pra deixar a gente feliz!!

Use e abuse do que você gosta, se isso te representa!

Vou reporoduzir aqui as 24 imagens que a autora usou para ilustras as 24 vezes em que ela disse: “whatever the fuck you want”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s